Archive for the ‘Web 3.0’ Category

O nascimento da Web 3.0?

12 dezembro, 2007

de: Reflexões Digitais

Por: Diego Cox

Uma questão que não sai da minha cabeça: Será a Web 3.0 outro “buzz word” do mercado ou será, de fato, uma reviravolta na indústria?

A boa e velha Web 1.0 reinou durante os anos 90. Durante esse período todas as mudanças visíveis no “client-side” eram resultantes de alterações e programações nos servidores que proviam determinado conteúdo ou serviço. Nesse período a internet tornou-se popular e comercial.

Já a Web 2.0 foi um pouco mais que uma evolução tecnológica. O glamour da nova web emergiu junto com a mídia social (onde os usuários criam a maior parte do conteúdo), apoiada em tecnologias como o XML e o AJAX.

clique para continuar lendo… 

Anúncios

Não é Web 3.0. É melhor!

17 outubro, 2007

de: outrolado

Por Alexandre Cabreira

A partir dos anos 60, a disponibilidade de meios de armazenamento e tratamento automático dos dados fez aparecer os primeiros modelos e sistemas automatizados.

A tarefa de construir uma Web dos significados, embora requeira o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas, depende crucialmente da capacidade humana de elaborar modelos adequados para representação dos documentos.

O novo “ tsunami ” tecnológico com a Web Semântica, que elabora a informação não apenas para as pessoas, mas para as máquinas, que farão o trabalho pesado, deixando os humanos livres para pensar, mudará mais uma vez o mundo.

clique para continuar lendo… 

Web 3.0, 2.0, 1.0? O que isso significa?

2 maio, 2007

de: Wikirus

Por Daniel Monteiro

Outro dia estava lendo sobre a Web 3.0. É sim! Web 3.0. Já é assunto nas páginas dos jornais e nos BLOGs mais antenados. Uns falando bem, outros nem tanto…

Em linhas gerais, definimos a Web 3.0, como a Web semântica, a Web que passa a dar sentido aos dados. Sistemas que conseguirão não só apresentar o dado ou informação, mas dar contexto a esse dado.

Imagine que o Google respondesse, precisamente, a seguinte questão: “preciso da configuração de um computador para jogos e edição de imagens?” Para isso, seria necessário que o Google, ou qualquer outro sistema, além de conhecer as configurações possíveis para micros, soubesse para que serve e qual a melhor aplicação de cada uma delas.

Para essa situação acontecer, é fundamental a criação de um segundo nível de informação, ou seja, a criação de dados que descrevem dados, ou os metadados.

Em curtas palavras: sistemas mais inteligentes e dados que descrevem dados, essa é a Web 3.0.

clique para continuar lendo…